quinta-feira, junho 08, 2006

Adeus

Nasceu há 77 anos, aqui às portas de Lisboa. Nesse tempo dizia-se que "Portugal era Lisboa e o resto era paisagem" mas isso não impedia que as pessoas da capital - aquelas que eram pobres - fossem, afinal, tão pobres como todos os restantes pobres deste país. Por isso, começou desde puto a ter que fazer pela vida. A trabalhar em fábricas situadas naquela orla de suor e luta que um dia toda a gente viria a apelidar de "Cintura Industrial de Lisboa". E foi com base nessa sua experiência humana que ensinou ao seu filhote, logo de pequenino, os conceitos da Democracia. Pela vida fora, ensinou-lhe muitas outras coisas... começou por ensinar-lhe, por exemplo, a jogar à bola e a ser benfiquista. Depois, enquanto tudo fazia para que o seu filho tivesse uma vida melhor que a dele, ensinou-o a ter princípios morais e a respeitar os outros. Quem o conhecia, dizia que - se fosse hoje - teria vivido como vivem os grandes futebolistas. Mas os tempos eram outros e até os grandes desportistas tinham que "vergar o aço" para poderem subsistir. Mas foi sempre um atleta... mesmo até ao fim. Foi traído pelo coração quando nada o fazia prever. Esse Homem faleceu na madrugada de Sábado para Domingo e foi a enterrar na passada 2ª feira. Esse Homem era meu pai...
.
Nunca mais o esquecerei !!!

6 Comments:

At 4:20 da tarde, Blogger b' said...

caro fora-de-lei

fiquei sem palavras, especialmente depois do meu comentário no post anterior :(

deixo-te um abraço apertado e solidário

 
At 11:33 da tarde, Blogger yulunga said...

Ia-me meter contigo pelo humanamente impossivel, mas depois apaguei tudo e não publiquei. Coisas que não se explicam.
Sinto muito.
Um enorme, enorme beijo.

 
At 1:41 da manhã, Blogger Salto Angel said...

Os meus sentimentos e o meu silêncio...

Abraço.

 
At 1:00 da manhã, Blogger BlahBlahBlah said...

Nunca estamos tão próximos de ninguém como dos mortos.

Sentidos pesâmes.

 
At 11:59 da tarde, Blogger Madalena said...

Dói muito! Um abraço!

 
At 4:59 da tarde, Blogger CORCUNDA said...

É como se estivesse a ver o retrato do meu pai...A mesma postura, o mesmo posicionamento na vida, trajectos idênticos, até no Benfiquismo. Que descanse em paz! Um abraço.

 

Enviar um comentário

<< Home

Site Meter