quarta-feira, novembro 24, 2004

Um biombo para esconder o ministro

Visando esconder Rui Gomes da Silva de quem pudesse continuar a tirar proveito da sua clara inépcia intelectual para o cargo ministerial que vinha desempenhando, o seu mentor espiritual fez - de uma forma algo trapalhona - aquilo a que ele não chamou de remodelação do governo, mas sim de mero “ajustamento de funções”. Digamos que, ajustada ou desajustadamente, estamos perante a treta do costume.

Com as cegadas, atrás de cegadas, de Pedro Santana Lopes, não tarda nada e estaremos mesmo a bater no fundo... já faltou mais. Para que o possamos evitar, e a título de contributo para com a nossa ditosa pátria amada, aqui deixo um plano para tirar Portugal da crise:
.
1 - Trocamos a Madeira pela Galiza, mas os espanhóis têm que levar o Alberto João.

2 - Os galegos não nos dão chatices e ainda ficamos com o dinheiro que é gerado pela Zara (a terceira maior empresa de vestuário do mundo). Ao mesmo tempo que a nossa indústria têxtil se vai revitalizando, a Espanha fica encurralada pelos bascos e pelo Alberto João.

3 - Desesperados, os espanhóis tentam então devolver-nos a Madeira (em conjunto com o Alberto João). A malta não aceita.

4 - Os espanhóis oferecem-nos também o País Basco. A malta continua firme e não aceita.

5 - A Catalunha aproveita a confusão para exigir a independência. Cada vez mais desesperados, os espanhóis oferecem-nos a Madeira, o País Basco e a Catalunha. A contrapartida é termos que ficar com o Alberto João e com os Etarras. A malta arma-se em difícil, mas aceita.

6 - Damos a independência ao País Basco e, em compensação, eles ficam com o Alberto João. A malta da ETA pensa que pode bem com ele e aceita sem hesitar. Sem o Alberto João, a Madeira torna-se um paraíso. A Catalunha não nos causa problemas (no fundo, bem lá no fundo, são uns gajos porreiros).

7 - Afinal a ETA não aguenta com o Alberto João, que entretanto assume o poder. O País Basco pede para também se tornar território português. A malta aceita, apesar de estar lá o Alberto João.

8 - Como no País Basco não há Carnaval, o Alberto João vê-se obrigado a emigrar para o Brasil.

9 - O governo brasileiro pede para que o seu país volte a ser território português. A malta aceita e manda o Alberto João para a Madeira.

10 - Com os jogadores brasileiros e os portugueses, Portugal torna-se campeão do mundo de futebol pela primeira vez, pese embora o Alberto João. Este, já enfraquecido pelos festejos do Carnaval na Madeira e no Brasil, não aguenta tanta emoção.

E viveremos todos muito felizes para sempre...!

1 Comments:

At 11:20 da manhã, Blogger angeles said...

Interesante y curioso comentario

 

Enviar um comentário

<< Home

Site Meter