domingo, novembro 28, 2004

Jerónimo de Sousa e as "santanetes"

Ao visionar a reportagem que o Jornal da Tarde (da RTP 1) passou hoje sobre alguns aspectos da vida pessoal de Jerónimo de Sousa, imaginei logo as "santanetes" muito horrorizadas com a personagem de alguém que aos 14 anos de idade já dava no duro como operário, que ainda hoje joga ao dominó e à sueca no clube recreativo da sua terra, que pedia ao irmão livros do Tio Patinhas para desopilar o espírito, etc, etc.

De imediato, perguntei-me porque carga d'água as "santanetes" não se horrorizam, igualmente, com aquele ex-boxeur que - sempre que queria desopilar o espírito - "dava nela" com toda a força (em vez de ler livros do Tio Patinhas...) e que, mesmo com este passado xunga-todos-os-dias, conseguiu chegar a ministro para - com uma barba ranhosa sempre por fazer - se entreter a tentar governamentalizar tudo o que possa cheirar a Comunicação Social livre e independente.

Estas graciosas "santanetes" têm mesmo os gostos estragados...!
.
PS: apesar destes meus considerandos, mais ou menos insidiosos, defendo que um ex-drogado (ou um ex-presidiário) - seja ele quem for - tem direito a integrar-se na sociedade, de forma plena e liberto de quaisquer estigmas.

1 Comments:

At 3:08 da manhã, Blogger BlahBlahBlah said...

"aos 14 anos de idade já dava no duro como operário".

Se fosse hoje era considerado trabalho infantil e o PCP não pouparia uma visita às instalações dessa fábrica para denunciar a exploração do trabalho de menores.
Mudam-se os tempos...

 

Enviar um comentário

<< Home

Site Meter